Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Um trecho de "Abraço" na Rua José Luís Peixoto



"Breve trabalho escolar em vídeo sobre a rua onde nasci e cresci (e que hoje tem o meu nome), com leitura feita por mim de excerto de "Abraço" (sobre os serões de verão à porta)"

Rua José Luís Peixoto

Vídeo de Maria Inês Martins. José Luís Peixoto lê um do texto "As distrações dos cachopos" do livro "Abraço".

 _______________________________

 O que é cachopo? Diz-nos a Infopédia: "1. rapaz, moço"



terça-feira, 5 de dezembro de 2017

A noite passada (Sérgio Godinho)



Uma bonita canção de Sérgio Godinho, uma presença habitual nestes anos no nosso blogue.

Temos pela frente uma bela ponte. Aproveitem-na (leiam, estudem, passeiem, divirtam-se...)


A NOITE PASSADA

A noite passada acordei com o teu beijo
descias o Douro e eu fui esperar-te ao Tejo
vinhas numa barca que não vi passar
corri pela margem até à beira do mar
até que te vi num castelo de areia
cantavas "sou gaivota e fui sereia"
ri-me de ti "então porque não voas?"
e então tu olhaste
depois sorriste
abriste a janela e voaste

A noite passada fui passear no mar
a viola irmã cuidou de me arrastar
chegado ao mar alto abriu-se em dois o mundo
olhei para baixo dormias lá no fundo
faltou-me o pé senti que me afundava
por entre as algas teu cabelo boiava
a lua cheia escureceu nas águas
e então falámos
e então dissemos
aqui vivemos muitos anos

A noite passada um paredão ruiu
pela fresta aberta o meu peito fugiu
estavas do outro lado a tricotar janelas
vias-me em segredo ao debruçar-te nelas
cheguei-me a ti disse baixinho "olá",
toquei-te no ombro e a marca ficou lá
o sol inteiro caiu entre os montes
e então olhaste
depois sorriste
disseste "ainda bem que voltaste"




A viagem, UMA viagem, BOA viagem...



Estamos a ver que não se pode dizer ou escrever "O meu viagem...", "O viagem que fiz...", "Bom viagem!"... como ainda teimam alguns alunos? Mais uma das palavras que mudam de género entre o português e o espanhol.

Parece que fica bem clarinho que viagem é uma palavra feminina em português. Ou não?














quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Linha e ponto (António Torrado)



Esta mensagem, esta posta, foi publicada há tempo no blogue dos vossos colegas mais pequenos, mas tem piada, não tem?

Lembram-se de quando andavam no 1º ou no 2º ano...? Vocês já são "crescidos"..., mas isso foi há pouco tempo, não foi?


Umas "palavras andarilhas" de António Torrado, de quem nos diz a Wikipédia, entre outras coisas, o seguinte:

"... um dos autores mais importantes na literatura infantil portuguesa, possui uma obra bastante extensa e diversificada, que integra textos de raiz popular e tradicional, mas também poesia e sobretudo contos. Reconhece a importância fundamental da literatura infantil enquanto veículo de mensagens, elegendo como valores a promover a liberdade de expressão e o respeito pela diferença. António Torrado utiliza com frequência o humor em algumas das suas histórias."





quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Não achas que...?



Um verbo muito importante em português: achar.

Achas que este filme é bom? Não achas que apanhaste sol a mais?, ou também O que achas destas calças que comprei ontem?

(2ª acepção da palavra na Infopédia:  julgar, considerar)





A primeira acepção é esta: encontrar alguém ou alguma coisa que se perdeu ou se desconhecia. Por exemplo: Achamos os amigos de longa data nas redes sociais. Ontem achei uma nota de vinte euros na rua.





terça-feira, 28 de novembro de 2017

Uma citação de Jean Cocteau

Christian Bérard, Jean Cocteau, 1928


Uma garrafa de vinho meio vazia está meio cheia. Mas uma meia mentira nunca será uma meia verdade.

Jean Cocteau, foi um poeta, romancista, cineasta, designer, dramaturgo, actor, e encenador de teatro francês.




segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Os 17,20 m de Nelson Évora na Final de triplo salto de Belgrado (março 2017)


Esta informação sobre o atleta português Nelson Évora é de março deste ano, mas como estamos a falar de desportos no 3º ano, acho que vale a pena:

Incrível mas real: Nelson Évora de novo campeão no triplo salto

Triplista do Sporting renovou o título que conquistara em Praga e elevou para duas as medalhas de Portugal nos Europeus de pista coberta de Belgrado.
Luís Lopes
5 de Março de 2017

Nelson Évora contrariou as expectativas cépticas mais óbvias e voltou neste domingo a um título europeu indoor no triplo salto, na última jornada dos Campeonatos Europeus de Atletismo, realizada em Belgrado. Com um período pré-campeonatos sempre à procura da melhor forma, e com atletas a fazerem marcas notáveis na qualificação em solo sérvio, pareceria que o campeã olímpico de 2008 não teria as melhores hipóteses. Mas quem sabe nunca esquece e Évora acabou por arrancar mais um ceptro continental.

(Ler completo no Público)




Nelson Évora  (Abidjan, 1984) é um atleta português de origem cabo-verdiana. É especialista em triplo salto, embora também pratique salto em comprimento.

A sua página: Nelson Évora